Habitats da Rota Ornitológica da Serra Norte de Sevilha

HÁBITATS RUTA ORNITOLÓGICA SIERRA NORTE DE SEVILLA

Floresta Mediterrânica e Dehesa:

A floresta mediterrânica e o matagal e as pastagens que, juntas, cobrem a maior parte da Serra Norte de Sevilha estão em excelente estado de conservação. As espécies de árvores dominantes são o sobreiro, o azinheira e a choramingar. Frascos, urzes, madroño e palmita abundam no mato. A dehesa é um exemplo exemplar da compatibilidade entre a utilização sustentável dos recursos naturais, através de extensas pecuárias, e a conservação da natureza. As florestas mediterrânicas e as pastagens são essenciais para a reprodução e engorda do porco ibérico, ao mesmo tempo que apoiam a reprodução de joias da avifauna ibérica, como a águia-imperial ibérica,o abutre negro ou o rabilargo. Outras aves típicas deste habitat são hoopoe, twarbler comum, águia culebrera, aguililla calzada.


Rios:

Os rios da Serra Norte de Sevilha são alimentados pela água da chuva e sofrem um notável dinamismo devido à seca de verão e às chuvas torrenciais no resto do ano. Vários troços dos rios Hueznar, Ciudadeja, Viar e Cala mantêm uma floresta de galeria de amieiros, cinzas, salgueiro, choupo em condições excecionais. Destaca-se a presença, embora escassa, do melro aquático. Neste habitat estão o pescador-real,ovândalo cascata,a andorinha daurica,o comiador de abelhas, bem como diferentes espécies de honeters. Onde as ranhuras de água foram profundas no terreno, resultando em cortes rochosos, é possível ver a cegonha preta,o abutre-griffon,a alimoche ou a coruja real.